A teologia cristã

A teologia cristã

A teologia cristã procura a razão no interior da fé cristã. Segundo a fórmula de santo Anselmo de Canterbury, a teologia éfides quaerens intellectum (“a fé que procura a inteligência”).Trata-se, pois, de uma tentativa da inteligência racional de abordar a fé por meio das categorias filosóficas (gregas, no início e, posteriormente, modernas).

Nessa perspectiva, a teologia cristã é um discurso de acerca de tudo quanto se relaciona a Deus, aos propósitos divinos, às relações entre Deus e o Homem, à Bíblia (e outras fontes consideradas como divinamente inspiradas) e à doutrina cristã.

Encontra-se expressa, basicamente, em quatro grandes seções:

Os teólogos cristãos recorrem à exegese bíblica e à análise racional para entender, explicar, testar, criticar e defender o Cristianismo. A teologia também pode ser utilizada para atestar a veracidade do cristianismo, compará-lo a outras tradições ou religiões, defendê-lo de críticos, corroborar qualquer reforma cristã, propagar o cristianismo ou para uma variedade de outras finalidades. A teologia cristã foi de grande influência na Europa ocidental, especialmente na Europa pré-moderna.

Anterior Significado e importância da Quaresma
Próximo Perspectiva protestante

Sobre o autor

Imprensa